Sunday, January 5, 2014

Mulher gasta 1200 euros em tribunal para ter gato de volta

 
Foi uma batalha amarga, que durou 9 agoniantes meses e custou 1200 euros. A razão? Uma gatinha branca e preta chamada Brandy.
  A saga começou há 7 anos depois da gata ter desaparecido da casa de Senka Besirevic. A assistente, que tinha acabado de receber a gatinha com apenas semanas como presente 2 anos antes, procurou pela sua gata e colocou posters por toda a cidade mas sem resultado. No entanto, sem saber da dor da sua dona, Brandy encontrou casa numa estufa no jardim de uma propriedade a 1,6 km de distância.
Quando Karen e Carl Green se mudaram para a sua nova casa em 2007, descobriram a gatinha e assumiram que fosse vadia. Então o casal alimentou-a e cuidou dela, instalou uma porta para gatos na estufa e chamou-lhe Smelly (= Mal Cheirosa) como referência ao pobre estado em que a encontraram.
Avançando para Março de 2012, uma viagem ao veterinário revelou que a gata tinha um microchip identificando a Sra. Besirevic como sua dona, que ficou satisfeita de saber que a sua gata estava sã e salva. Mas as coisas mudaram quando a Sra. Besiveric ligou para o casal Green para lhes agradecer por tomarem conta da gata e estes se recusaram a devolvê-la.
"Recebi uma chamada do meu veterinário local que me disse que tinha recebido uma gata e que através do microchip descobriram ser a minha." disse a Sra. Besiveric. "Eu fiquei estupefacta, já não tinha esperanças de a encontar mas achei que fosse um milagre ela aparecer sã e salva.  Deram-me o número de telefone da mulher que cuidou dela, portanto liguei e disse que queria a minha gata de volta e ofereci-lhe dinheiro por ter cuidado dela. Ela pediu desculpa e disse que o marido não concordava em devolvê-la e que iriam descobrir quais os seus direitos legais". 
A Sra. Besirevic foi aconselhada a que a gata ficasse com os seus agora donos, a não ser que fosse intencionalmente abandonada.
" Com sorte encontrei um advogado que tinha passado pelo mesmo e me ajudou. Foi uma
longa batalha e senti que a tinha perdido pela segunda vez." A Sra. Besirevic lançou uma acção civil no Tribunal de Birmingham e o caso ficou resolvido em Janeiro, quando, curiosamente, o casal Green, ambos de 52 anos, afirmou que a gata teria desaparecido de novo.
Uma semana mais tarde, a gata foi entregue anonimamente aos Serviços de Protecção Animal e mais tarde reunida com a Sra. Besirevic, de 42 anos, por fim. Ela diz: " Estou feliz por a ter de volta, é incrível. Ainda é a mesma gata, muito querida, embora agora já não saia tanto. Custou-me dinheiro para a ter de volta mas valeu cada cêntimo. Foi-me dada a custódia de Brandy e estou determinada a não voltar a perdê-la. Eu adoro-a."
O casal que acolheu Brandy defendeu a sua decisão de lutar por ela no tribunal dizendo que o fizeram por amor.

No comments:

Post a Comment